Cuidados com sua Faca
  Carregando... Por favor, aguarde...

Cuidados com sua Faca

Postado em 15th Nov 2015 @ 6:10 PM

 

CUIDADOS COM SUA FACA:

Água quente ou descascar cebola não estragam o fio da faca. São mitos.

A faca de bom aço, seja aço carbono ou aço inox, tem a retenção do fio ditada pelo teor de carbono do aço, pela têmpera e revenimento do aço e pelo próprio uso.

Usar uma faca sobre superfícies mais duras que o aço como pratos de porcelana e vidros é que estragam o fio da faca.

Depois de pronta uma faca passa pelo processo de têmpera em que o aço é levado a temperaturas por volta dos 1.000 graus Celsius para os inox ou por volta de 860 graus para os aços carbono. Ao atingir esta temperatura o aço muda sua estrutura interna então é resfriado bruscamente em um banho de óleo até a temperatura ambiente ou até -196 graus ( nitrogênio líquido ) em alguns casos.

Desta forma aquela estrutura alcançada pelo aço se mantém e ele fica duro. Como neste processo ficam muitas tensões internas o aço é então aquecido a temperaturas entre 200 e 300 graus para os aços carbono ou até 450 graus para os inox, no processo chamado de revenimento quando então alivia-se a tensão interna do aço.

Neste processo ele perde um pouco da dureza da têmpera mas isto só ocorre à partir dos 200 graus, temperatura que não se chega nem perto ao lavar uma faca em água quente ou morna.

Corte sempre os alimentos sobre uma superfície macia, nunca sobre plástico duro, porcelana esmaltada, vidro, louça ou metal.

Poupe sua faca evitando usá-la para abrir latas.

À medida que uma faca vai sendo utilizada, o seu gume perde o fio e, consequentemente, exige maior esforço para cortar.

O que acontece é que os dentes minúsculos que constituem o gume (invisíveis a olho nu) encontram-se dobrados e é necessário restaurá-los e realinhá-los para voltar a obter o máximo poder de corte.

Há dois métodos para manter a boa performance de uma faca, afia-la na pedra ou na chaira .

Como afiar sua faca:

Use uma pedra de afiar de textura grossa e fina ou uma chaira ranhurada.

AFIAR: Usando uma chaira antes e depois de cada utilização manterá o gume em perfeitas condições.

Segure a chaira com uma mão e com a outra colocar a parte inferior da lâmina de encontro à parte superior do mesmo.

Manter uma inclinação de 15º a 20º das costas da lâmina em relação a chaira.

Mantendo a inclinação, fazer deslizar a lâmina até ao bico sem fazer muita pressão.

Repetir o processo 3 a 4 vezes de cada lado da lâmina.

No entanto depois de um longo e intenso período de utilização, o gume pode sofrer um desgaste maior e, nesse caso, será necessário refazê-lo através da amolação.

É o método para refazer o gume podendo utilizar uma pedra, ou recorrer a um amolador profissional.

Afie suas facas periodicamente. Uma faca cega é mais perigosa que uma afiada, já que requer mais força para ser utilizada.

Facas de aço Carbono:

- Jamais guardar a faca suja. Lavar e secar a lâmina antes mesmo de embainhá-la.

- Mantenha a faca seca e evite tocar na lâmina, o suor é uma substância oxidante.

- Evitar armazenar a faca na bainha, pois o couro curtido tende a oxidar a lâmina.

- Armazená-la de preferência com a lâmina embebida em silicone ou vaselina líquida.

- Para limpeza pesada, bem como para retirar a camada de oxidação, pode se usar Scotch Brite (o lado verde da esponja de cozinha).

- Na cozinha, jamais deixe a faca de molho em contato com sabão, ou molhada no escorredor. Esses hábitos além de propiciarem a oxidação da lâmina, deterioram os materiais do cabo.

Para recuperar agressões ao acabamento, pode se utilizar lixas dágua. O grão varia de acordo com a gravidade do arranhão os mais superficiais grãos 400 a 280, e os mais profundos de 220 até 180. Mantenha a faca sempre afiada, pois uma faca cega requer uma força maior para o corte, o que aumenta o risco de acidentes.

Como conservar e afiar peças de cutelaria

Toda a peça de cutelaria requer cuidados especiais para apresentação, manutenção e conservação. A afiação adequada, além de facilitar as tarefas, prolonga a vida útil do utensílio.

Vamos nesta primeira etapa, dividir em três pontos básicos os materiais empregados na confecção dessas peças:

1) Ligas Rostfrei
2) Aço inox
3) Aço carbono

Ligas Rostfrei 
São ligas com alto teor de cromo utilizadas na confecção de facas e outros materiais de corte. Apresentam alta resistência a corrosão, sendo necessários apenas lavá-las e secá-las sempre que utilizadas. Ao lavar qualquer faca polida não use palha e esfregão de aço, nem mesmo o lado abrasivo das esponjas, estes arranharão as peças.

Aço Inox
Utilizados em larga escala desde 1.904, requer cuidados especiais, embora apresente resistência a oxidação. Lembre-se, inox puro não tempera, há adição de carbono nas lâminas, o que torna necessário mantê-las limpas, secas e guardadas em locais adequadas, livres de umidade. Cuidado com as marcas dos dedos nas lâminas, estes contém sal e gordura e podem oxidar os materiais. Use bainha de couro de boa qualidade.

Aço Carbono
É o aço utilizado na produção de facas, facões e cutelos destinados a serviços pesados. Detém a preferência do homem do campo e de outros profissionais que necessitam de um produto robusto de alta resistência a impactos. Mas requerem cuidados especiais de manutenção e guarda. Neste caso nossas dicas já começam pelas bainhas que deverão ser confeccionadas com couros de boa qualidade, preferencialmente curtidos a cromo que neutralizam totalmente o sal. Essas peças deverão ser guardadas em bainhas, caixas ou estojos ou oxidarão expostas ao oxigênio e a umidade do ar.

Para peças usadas esporadicamente recomendamos, após lavadas e secas, untá-las com camada fina e uniforme de vaselina líquida, após esse procedimento deverão ser enroladas em pvc filme e colocadas nas bainhas. Convém verificar que marcas de dedos tenham sido removidas das lâminas e o pvc não tenha rompido ao colocá-las nas bainhas.